Companheiro de união estável tem direito à herança?

Direitos do companheiro na união estável em relação à herança e meação

O companheiro da união estável tem direito à herança como se fosse um cônjuge

A união estável é uma forma de convivência afetiva reconhecida pelo ordenamento jurídico brasileiro, conferindo aos parceiros direitos e deveres semelhantes aos do casamento. Um dos aspectos mais importantes a serem considerados nesse tipo de relação é a questão dos direitos do companheiro em relação à herança e à meação dos bens adquiridos durante a convivência. Este artigo explora esses direitos, destacando a diferença entre herança e meação na união estável.

Herança na união estável: De acordo com o artigo 1.790 do Código Civil brasileiro, o companheiro na união estável tem direito à herança como se fosse um cônjuge. Isso significa que, em caso de falecimento de um dos parceiros, o companheiro sobrevivente tem direito a receber parte dos bens deixados pelo falecido, desde que não haja testamento em contrário.

Meação na união estável: Os bens adquiridos durante a união estável são considerados comuns ao casal e são divididos meio a meio, sem a necessidade de partilha no inventário. Isso se aplica aos bens adquiridos onerosamente durante a convivência, como imóveis, veículos, investimentos, entre outros. Cada companheiro é proprietário da metade desses bens comuns, independentemente de quem os adquiriu ou em nome de quem estão registrados.

Diferença entre herança e meação: É importante distinguir entre herança e meação na união estável. Enquanto a herança diz respeito aos bens deixados pelo falecido, a meação refere-se aos bens comuns adquiridos durante a convivência. Assim, os bens que compõem a herança são aqueles que pertenciam exclusivamente ao falecido, como herança recebida de familiares ou bens adquiridos antes do início da união estável.

Caso dos bens particulares: Quando um dos companheiros recebe um bem por doação ou herança enquanto ainda está em união estável, esse bem é considerado particular e não entra na partilha de meação. Portanto, o companheiro sobrevivente não terá direito à metade desse bem como meação, mas sim à sua parte na herança do falecido, de acordo com o estabelecido pelo testamento ou, na ausência deste, pela lei.

Conclusão: Na união estável, o companheiro tem direito à herança como se fosse um cônjuge, conforme estabelecido pelo Código Civil brasileiro. Além disso, os bens adquiridos durante a convivência são considerados comuns ao casal e são divididos meio a meio, sem a necessidade de partilha no inventário. No entanto, é fundamental compreender a diferença entre herança e meação, especialmente quando se trata de bens particulares recebidos por doação ou herança durante a união estável.

Tem dúvida sobre união estável? Não deixe de entrar em contato conosco!

Entre Em Contato!
Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

É possível inventariar a posse de um imóvel?

Descomplicando a Regularização de Imóveis: Alternativas ao Inventário Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) A regularização de imóveis após o falecimento de um parente pode ser um processo complexo e...

Divórcio : Herança Partilha de Bens

Herança e Doação: Como Esses Bens Podem Afetar a Divisão de Patrimônio em Casos de Divórcio Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) Ao considerarmos o cenário de um divórcio, muitas vezes a preocupação com...

Renunciar a Herança

Renúncia de Herança: Considerações e Alternativas Legais Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) A herança é um tema complexo e muitas vezes delicado, especialmente quando se trata da renúncia dos direitos...

Quem Tem Direito à Herança do Falecido?

Direitos de Herança: Entendendo Quem São os Beneficiários Legítimos A herança é um direito garantido por lei a todos os indivíduos que são considerados herdeiros legítimos de uma pessoa falecida. No Brasil, o direito à herança é regulamentado pelo Código Civil, que...

Como é Feito o Processo do Inventário?

A Importância do Inventário e Suas Etapas Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) O inventário é um processo que ocorre após a morte de uma pessoa. Neste período, ainda que o luto seja um momento delicado,...
Falar Com Advogado Especialista
Podemos Ajudar?
CBR Sociedade De Advogados: Olá 👋
Podemos Ajudar?