Quem Tem Direito à Herança do Falecido?

Direitos de Herança: Entendendo Quem São os Beneficiários Legítimos

A herança é um direito garantido por lei a todos os indivíduos que são considerados herdeiros legítimos de uma pessoa falecida. No Brasil, o direito à herança é regulamentado pelo Código Civil, que estabelece quem são os herdeiros legítimos e a ordem de vocação hereditária.

Herdeiros Legítimos

Os herdeiros legítimos são aqueles que têm direito à herança por força de lei, independentemente da vontade do falecido. Eles são divididos em duas classes: descendentes e ascendentes.

Descendentes

Os descendentes são os filhos, netos, bisnetos, e assim por diante, do falecido. Eles têm prioridade na ordem de vocação hereditária. Isso significa que, se o falecido deixou descendentes, eles serão os primeiros a herdar.

Ascendentes

Os ascendentes são os pais, avós, bisavós, e assim por diante, do falecido. Eles só herdarão se o falecido não deixou descendentes.

Cônjuge e Companheiro

O cônjuge e o companheiro também têm direito à herança. No entanto, a parte que lhes cabe depende do regime de bens adotado no casamento ou na união estável, e da existência de descendentes ou ascendentes.

Testamento

Além dos herdeiros legítimos, o falecido pode deixar parte de seus bens para outras pessoas por meio de um testamento. No entanto, ele não pode dispor livremente de toda a sua herança. Uma parte dela, chamada de legítima, deve ser reservada aos herdeiros necessários (descendentes, ascendentes e cônjuge).

Conclusão

O direito à herança é um direito fundamental que visa garantir a transmissão do patrimônio de uma pessoa após sua morte. No entanto, é um tema complexo que envolve diversas regras e princípios jurídicos. Portanto, é sempre recomendável buscar a orientação de um advogado especializado em direito de família e sucessões para esclarecer dúvidas e garantir que os direitos de todos os envolvidos sejam respeitados.

Tem dúvida sobre Herança? Não deixe de entrar em contato conosco!

Entre Em Contato!
Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

É possível inventariar a posse de um imóvel?

Descomplicando a Regularização de Imóveis: Alternativas ao Inventário Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) A regularização de imóveis após o falecimento de um parente pode ser um processo complexo e...

Companheiro de união estável tem direito à herança?

Direitos do companheiro na união estável em relação à herança e meação Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) A união estável é uma forma de convivência afetiva reconhecida pelo ordenamento jurídico...

Divórcio : Herança Partilha de Bens

Herança e Doação: Como Esses Bens Podem Afetar a Divisão de Patrimônio em Casos de Divórcio Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) Ao considerarmos o cenário de um divórcio, muitas vezes a preocupação com...

Renunciar a Herança

Renúncia de Herança: Considerações e Alternativas Legais Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) A herança é um tema complexo e muitas vezes delicado, especialmente quando se trata da renúncia dos direitos...

Como é Feito o Processo do Inventário?

A Importância do Inventário e Suas Etapas Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Kainã Ragozzino | Advogado (@kaiadvogado) O inventário é um processo que ocorre após a morte de uma pessoa. Neste período, ainda que o luto seja um momento delicado,...
Falar Com Advogado Especialista
Podemos Ajudar?
CBR Sociedade De Advogados: Olá 👋
Podemos Ajudar?