Rescisão indireta do contrato de trabalho

rescisão indireta do contrato de trabalho, prevista no artigo 483 da CLT, é uma medida extrema que permite ao empregado considerar o contrato rescindido e pleitear a devida indenização quando o empregador comete faltas graves contra ele. De forma mais clara, podemos entender a rescisão indireta como uma demissão por justa causa inversa, ou seja, partindo do empregado para o empregador. No entanto, as verbas rescisórias nesse caso são diferentes das de uma demissão sem justa causa.

Os motivos que podem levar à rescisão indireta estão elencados no artigo 483 da CLT. São eles:

  1. Serviços superiores às forças: Quando o empregado é exigido a realizar tarefas que ultrapassam suas capacidades físicas ou mentais, ou que são proibidas por lei ou contrárias aos bons costumes.
  2. Tratamento rigoroso: Se o empregador ou seus superiores hierárquicos tratam o empregado com excessivo rigor.
  3. Perigo manifesto de mal considerável: Quando o empregado corre risco evidente e significativo à sua saúde ou integridade física.
  4. Descumprimento das obrigações contratuais: Caso o empregador não cumpra as obrigações previstas no contrato de trabalho.
  5. Atos lesivos à honra e boa fama: Se o empregador ou seus prepostos ofenderem o empregado ou sua família, prejudicando sua reputação.
  6. Ofensa física: Exceto em casos de legítima defesa, se o empregador ou seus prepostos agredirem fisicamente o empregado.
  7. Redução do trabalho afetando salários: Se o empregador reduzir o trabalho do empregado (por peça ou tarefa) de forma a impactar significativamente seus ganhos.

Caso o empregado seja submetido a qualquer um desses eventos, ele pode requerer a rescisão contratual por meio da rescisão indireta. As verbas rescisórias serão devidas na mesma proporção de uma demissão sem justa causa por parte do empregador.

É importante ressaltar que tanto empregado quanto empregador devem cumprir seus deveres para evitar penalidades jurídicas e preservar um bom convívio nas relações de trabalho. A rescisão indireta é uma ferramenta legal para proteger os direitos do trabalhador quando o empregador comete faltas graves, mas deve ser utilizada com responsabilidade e discernimento .

Dúvidas sobre rescisão indireta do contrato de trabalho? Não deixe de entrar em contato conosco!

Entre Em Contato!
Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

Posts Recentes

Divórcio: Partilha dos Créditos Trabalhistas

Partilha de Créditos Trabalhistas em Casos de Divórcio: Entendendo as Implicações Legais A questão da partilha de bens durante um divórcio é um tema sensível e complexo no âmbito jurídico. Quando se trata de créditos trabalhistas acumulados durante o período de...

Férias em Dobro: Entenda seus Direitos e os Prazos

A Importância de Conhecer a Regra do Período Aquisitivo e Concessivo e como Garantir suas Férias em Dobro As férias são um direito valioso para os trabalhadores, proporcionando descanso e recuperação necessários para manter a produtividade e o bem-estar. Por isso,...

Contrato Verbal de Trabalho: Seus Direitos e a Importância da Prova

Entenda como a CLT Reconhece Relações Trabalhistas Acordadas Verbalmente e Como Provar seu Vínculo Empregatício É comum surgir a dúvida: um contrato verbal de trabalho é legal e quais são os direitos do trabalhador nessa situação? A resposta pode surpreender muitos,...

A Partir de Quanto Tempo é Considerada Hora Extra? Descubra seus Direitos!

Os Detalhes Cruciais que Podem Fazer a Diferença em seu Salário no Direito do Trabalho No cenário do direito do trabalho, uma das perguntas mais comuns é: a partir de quanto tempo é considerada hora extra? Para muitos trabalhadores, essa dúvida é central em suas...

Demissão por Justa Causa: Entenda seus Direitos e Limitações

O que é Demissão por Justa Causa e Como Proteger seus Interesses A demissão por justa causa é um tema complexo e muitas vezes controverso no mundo do direito do trabalho. Empregadores podem aplicá-la como uma medida drástica em casos de infrações graves por parte dos...
Falar Com Advogado Especialista
Podemos Ajudar?
CBR Sociedade De Advogados: Olá 👋
Podemos Ajudar?